qua, 16 mai

«Não vale a pena tratar as varizes porque voltam a aparecer»

A frase «não vale a pena tartar as varizes porque voltam a aparecer» é MITO!

A insuficiência venosa crónica, o problema que está na base do aparecimento das varizes, é, como o próprio nome indica, uma doença crónica e como tal não tem cura. É também uma doença com um carácter evolutivo e recidivante.

Portanto, à pergunta se as varizes podem voltar a aparecer a resposta é claramente sim. O que não está correto é que este seja um argumento para que não se proceda ao seu tratamento, nos doentes que não apresentem contra-indicação para tal.

Caso sejam deixadas evoluir livremente e sem qualquer tratamento as varizes vão tornar-se mais volumosas e numerosas e podem estar associadas a uma deterioração significativa da qualidade de vida e a complicações, algumas delas, graves. Para além das queixas de edema, peso e cansaço nos membros inferiores, que tanto incomodam os doentes, podem também ocorrer alterações da pigmentação e textura da pele que se torna eczematosa e escura. No limite podem surgir as úlceras varicosas. Os doentes com varizes estão também mais predispostos à ocorrência de tromboflebites e de flebotromboses, ou seja, o aparecimento de coágulos nas veias superficiais ou profundas dos membros inferiores.

Por todas estas razões parece-me claro que as varizes devem ser tratadas

Claro que como tantas outras doenças crónicas, implica um acompanhamento regular por um médico da especialidade, que possa identificar e tratar atempadamente as suas recorrências.

Texto escrito pela Doutora Leonor Vasconcelos

Cirurgiã Vascular no Hospital Lusíadas de Lisboa

Página Oficial do Você na TV