qua, 12 set

6 alternativas às próteses removíveis

Vivemos numa era onde o avanço na Medicina Dentária ocorre à velocidade da luz. Todos os dias surgem novos materiais e novas técnicas com a missão de devolver o que de mais belo o Homem tem: o Sorriso.
 
Segundo o barómetro de saúde oral de 2017, estima-se que existam 70% de portugueses com falta de um ou mais dentes na boca, 20 % tem falta de, pelo menos, 10 dentes, sendo que 7 % não tem nenhum dente natural presente em boca. De todos estes desdentados, 56 % não têm nada a substitui-los, e cerca de  44% possuem próteses .
 
As próteses começaram por ser removíveis, depois fixas sobre dentes e sobre implantes e, atualmente, o que mais está na moda são as facetas/lentes de contacto.
 
Hoje assistimos a uma exigência muito grande por parte do paciente. O maior dos desafios é corresponder às suas expectativas, pois lidamos com um paciente cada vez mais exigente a quem já venderam a ilusão de que tudo é possível. E é!!!! 
 
Desde realizar próteses com os dentes brancos e iguais a certas estrelas de Hollywood, ao pedido de terem os dentes da frente com o espaço como a Brigitte Bardot, ou mesmo ao pedido de ter o símbolo do clube de futebol na prótese: tudo se faz! 
 
Vivemos numa sociedade onde impera a estética, onde há a busca pelo sorriso  belo, perfeito, branco e alinhado.
 
O sorriso abre caminhos, atrai olhares, é com certeza o nosso cartão de visita; é a primeira impressão.
 
Um sorriso branco, com dentes alinhados, passa uma sensação agradável, de limpeza, de cuidado, passa mais confiança e credibilidade. Já o contrário, um sorriso desalinhado, amarelo, com falhas de dentes, passa uma imagem de desleixo, de descuido.
 
Em Portugal cada vez há mais procura destes tratamentos. Há cerca de 15/20 anos, começavam-se a fazer os primeiros implantes, mas muitos pacientes, se não tinham osso, ficavam agarrados às próteses totais para o resto da vida. Hoje em dia, mesmo sem osso, conseguimos devolver os dentes fixos sobre implantes, sem enxertos e em 24 horas. A imagem das próteses no copo de água ao lado da cama, é uma imagem que tem vindo a desaparecer. A exigência do Mercado trouxe esta evolução.
 
Com a pressão dos media e das redes sociais, onde todos tiram selfies, o sorriso na faixa etária mais jovem também ganhou protagonismo. Se antes se faziam muitos branqueamentos, hoje o branco que se quer só se consegue ao colocar facetas  / lentes de contacto e em Sociedades como os EUA ou o Brasil passou a ser a prenda mais pedida aos 16 anos,  em vez do automóvel.
 
Existem várias técnicas disponíveis para além das tradicionais próteses removíveis. São elas:
1. Facetas
2.  Aparelhos ortodônticos Invisíveis
3. Próteses sobre implantes, realizadas em impressoras 3D
4. Digital Smile Clone, para quem quer, por exemplo, os dentes iguais a uma celebridade
5. Para obter o sorriso perfeito, as novas técnicas de harmonização facial – Injectáveis Estéticos, Fios Tensores, Mesolifting, entre outros
6. E a última tecnologia de ponta: cirurgias com laser ER-YAG, sem bisturi, com um pós operatório muito mais fácil, e resultados mais previsíveis

 

Pode encontrar a Dra. Alexandra Marques na MD Clínica

Página Oficial do Você na TV