O que procura?

O que muda no IRS em 2018?

Com a ajuda da economista Andreia Teixeira, alertamos para algumas das novidades do IRS em 2018.

6 fev, 15:03

As declarações de IRS em papel acabaram. Este ano, todas as declarações têm de ser entregues através da internet. Quem não tiver computador ou acesso à internet pode ir aos serviços de Finanças ou aos Espaços do Cidadão.

Andreia Teixeira lembra que, este ano, cerca de cinco milhões de portugueses vão encontrar já o IRS pré-preenchida, sendo que as despesas no portal e-faturas terão de ser validadas até 15 de fevereiro. "Tenha atenção à mudança nas regras para incluir despesas com os filhos", acrescenta a economista.

Nem todas as despesas aparecem já no portal e-fatura e no início de março, todos os contribuintes deverão ter acesso a todas as despesas e deduções à coleta. O período para entrega do IRS decorre de 1 de Abril a 31 de Maio. As liquidações e reembolso deverão estar concluídas até 31 de julho. Nos casos em que houver imposto a pagar, este deverá ser feito até 31 de agosto.

PARTILHA