O que procura?

Primeiros Socorros: como agir numa situação de emergência?

Nunca sabemos qual o momento em podemos ser chamados a ajudar alguém numa situação de emergência. Por isso, o melhor é estarmos preparados.

21 nov, 16:21

Com a ajuda de João Nunes, formador INEM e técnico de emergência pré-hospitalar, explicamos a importância dos primeiros socorros: uma resposta rápida e inicial a uma emergência médica. Os primeiros socorros podem ser iniciados por qualquer pessoa, ainda que seja importante ressalvar que improvisar pode causar danos ainda maiores para a vítima.

É fundamental ter o Kit de primeiros socorros num local de fácil acesso e, ao contactar o 112, procure manter sempre a calma para que consiga ser claro nas respostas. Vejamos agora o que é importante fazer em caso de convulsão, engasgamento, enfarte, AVC, picada de insetos e ingestão de produtos tóxicos.

 

CONVULSÕES

- Ampare a vítima na queda e proteja a cabeça de qualquer impacto.

- Não coloque qualquer objeto na boca da vítima.

- Coloque a vítima em posição lateral de segurança, assim que esta parar de tremer.

 

ENGASGAMENTO

- Encoraje a tosse na tentativa de expelir o corpo estranho.

- Se a vítima não conseguir tossir, incline-a ligeiramente para a frente e aplique até cinco pancadas entre as omoplatas.

- Se necessário, abrace a vítima pelas costas e aplique compressões rápidas.

 

ENFARTE E AVC

- Se estiver perante um caso de baixa de açúcar no sangue, dê à vítima uma bebida doce.

- Em caso de AVC, identifique os sinais e ligue, de imediato, o 112.

- Falta de força num braço, boca ao lado e dificuldade em falar são sinais de AVC.

- Dor apertada no peito, dificuldade em respirar, pele pálida e náuseas são sinais de enfarte.

 

PICADA DE INSETOS

- Como regra para todos os casos deve aplicar-se gelo no local da picada.

- No caso do peixe-aranha deve aplicar-se água quente na zona atingida.

 

INGESTÃO DE PRODUTOS TÓXICOS

- Não provoque o vómito, mas se a vítima vomitar, incline-a para facilitar o processo.

- Contacte o Centro de Informação Antivenenos: 808 250 142.

PARTILHA