O que procura?

Sinopse

Tempo de Viver

A novela da TVI que não vai deixar ninguém indiferente.

A história começa no dia 10 de Setembro de 2001, nas torres gémeas em Nova Iorque, véspera dos atentados do 11 de Setembro que aterrorizaram o mundo. Gonçalo Martins de Mello trabalha nos escritórios de Nova Iorque da sua família, Martins de Mello, uma família rica detentora da maior cadeia de joalharias de país.

Gonçalo Martins de Mello está prestes a fechar os escritórios em Nova Iorque e voltar para Portugal.

Quem também vive em Nova Iorque é o português Pedro Mendes, oriundo de uma família humilde, esteve 13 anos a ganhar a vida nos E.U.A., mas tem regresso marcado para voltar para Portugal com a sua mulher Raquel Mendes no dia 11 de Setembro. Pedro esteve a fazer umas obras na casa de Gonçalo em Nova Iorque e vai aos seus escritórios, no dia 11 de Setembro, antes de partir para Portugal para lhe cobrar o que Gonçalo lhe deve. No entanto, Gonçalo recusa-se a pagar a Pedro, os dois acabam por entrar em confronto, ao mesmo tempo que se dão os atentados nas torres gémeas. Pedro e Gonçalo morrem nos atentados.

Raquel regressa a Portugal, sozinha, empenhada em vingar a dívida que Gonçalo Martins de Mello não quis pagar ao seu marido, Pedro. Com a queda das torres gémeas, desaparece também uma mala de conteúdo desconhecido... com a mala enterram-se também alguns segredos que podem abalar o futuro.

Entretanto em Lisboa, as duas famílias (Martins de Mello e Mendes) já têm uma relação de proximidade. Maria Laurinda, prima de Pedro, tem 21 anos é ambiciosa e sem escrúpulos, e persegue um objectivo na vida, casar-se com um homem rico e deixar para trás os subúrbios e a família pobre de que sempre se envergonhou. Para alcançar o seu objectivo, Maria Laurinda, torna-se amiga de Afonso Martins de Mello, filho do meio da família Martins de Mello. É um menino rico, que leva uma vida irresponsável e tem uma namorada chamada Catarina.

Afonso planeia uma viagem com Catarina ao Tahiti e convida Maria Laurinda para os acompanhar. Para Maria Laurinda, esta viagem é a oportunidade perfeita para se aproximar dele. Mas para tudo isto é preciso dinheiro. Dinheiro que Maria Laurinda não tem! Fazendo chantagem sentimental com a mãe que sempre se sacrificou para dar tudo à filha, Maria Laurinda diz à mãe que faz o que for preciso para arranjar dinheiro para a viagem. Maria Laurinda acha então que a única solução é fazer um transporte de cocaína. Fátima descobre que a sua filha vai fazer o transporte de cocaína e mesmo no aeroporto tenta demover a sua filha, no entanto, é tarde demais: Maria Laurinda é interceptada pela polícia quando Fátima chega. Para proteger a sua filha, Fátima diz que a mala é dela e é dada como culpada. É presa e condenada.

A história avança 5 anos, Maria Laurinda continua a tentar conquistar Afonso sem sucesso, fazendo-se passar por filha de pais ricos, mas nem assim consegue... quando tudo parecia perdido, a sua sorte muda na festa de casamento de Afonso com Catarina, um acontecimento inesperado, vai fazer com que a festa de casamento acabe da pior maneira possível. A partir deste momento, Afonso torna-se numa presa fácil para Maria Laurinda...

O patriarca da família Martins de Mello é Fausto, casado com Antónia, Fausto é quem sustenta toda a família, tem uma relação extraconjugal com Helena, uma mulher bastante mais nova que sem saber, vai envolver-se amorosamente com o filho mais novo de Fausto: Bernardo. Este é um defensor do planeta e das grandes causas, e a sua relação será tensa e difícil, devido aos complexos contornos da situação.

A história avança e finalmente Maria Laurinda está prestes a casar-se com Afonso contra a vontade da família dele que nunca a aceitou. No dia do casamento de Maria Laurinda, Fátima sai da prisão, pondo em risco o objectivo da filha, uma vez que Maria Laurinda nunca revelou a verdade sobre a mãe. Perversa e calculista, Maria Laurinda faz de tudo para evitar que a mãe saia da prisão.