Sinopse

O Prédio do Vasco

Venha visitar o prédio do Vasco. Uma comédia que o vai pôr bem-disposto

O Prédio do Vasco está de volta com muitas histórias divertidas protagonizadas pelo porteiro Vasco, num prédio do subúrbio de Lisboa, cheio de bom humor.

A mulher do Vasco tem sonhos colunáveis, mas não passa disso. Por vezes, no cabeleireiro, faz algumas figuras tristes, ao se prestar a exageros na postura e na importância que sente, por ter a posição que ocupa no prédio.

Neste prédio existe um consultório médico, onde trabalha a mais bela das enfermeiras, um gabinete de advogados e um cabeleireiro. Daí a irritação permanente do Vasco pelo permanente rodopio de inquilinos, que lhe sujam permanentemente a escada e os elevadores, para além de diminuírem substancialmente a segurança do condomínio.

É neste vaivém de entradas e saídas de clientes dos consultórios, de críticas e queixas dos inquilinos, as traquinices do Vasquinho (de 12 anos e único filho de Vasco) e as aventuras do velho Salazar, que o Vasco acaba por endoidecer no dia-a-dia do prédio, tendo em conta que ele é o único responsável pela limpeza e pelo bem-estar das pessoas que ali moram.

Enfim, uma família bem portuguesa onde a boa disposição não falta!