NESTE EPISÓDIO...

Jorge entra com Nenem no restaurante de Vera e Jorge fica impressionado ao vê-la com o seu novo visual. Nenem e Vera reconhecem-se e cumprimentam-se com muito carinho.

A família Ferreira da Fonseca e Padre Sebastião estão à mesa, com Miguel a mostrar-se sempre muito irónico para saber o motivo da reunião e ficam boquiabertos quando José revela que vai casar novamente e será o padre Sebastião a presidir à cerimónia.

Laurentino sai das chegadas do aeroporto de Lisboa, com um sorriso maldoso no rosto.

Mónica, Salvador, Bia, Tomás e Sancha tomam o partido de José, ao passo que Rita se mostra frontalmente contra. Miguel diz ao pai que está à espera que ele conte quem é a sortuda.

Nenem pergunta a Jorge se foi mesmo Laurentino quem quis matar aqueles dois e Jorge garante nada ter a ver com o caso. Jorge mostra-se muito preocupado, dizendo a Nenem que, por terem-no associado ao caso dos dois antigos ativistas mortos, só espera que não o liguem a este caso e Nenem aconselha-o a ligar ao advogado dele.

David opõe-se ferozmente à união da mãe, afirmando que nunca vai compreender nem aceitar, o que deixa Amanda desapontada. Miguel diz ao pai que ele pode viver junto sem casar e José conta que já a pediu em casamento, revelando tratar-se de Amanda, causando choque geral.

Vera está chocada com a notícia que Tiago recebeu e este lamenta não se ter comportado da melhor maneira com Valéria.

Miguel pergunta a Bia se ela era amiga de Zé Maria Magalhães. Bia disfarça o espanto perante Miguel e pergunta qual Zé Maria, ao que Miguel responde tratar-se do filho de João Magalhães.

Padre Sebastião acusa José de renegar o seu terceiro filho. Henrique acorda do coma.

Rita e Miguel discutem e Miguel acaba por apertar o pescoço a Rita, ao ponto de a deixar excitada e de os dois se beijarem, caindo no sofá. As luzes acendem-se e António assiste a tudo, embasbacado.