NESTE EPISÓDIO...

João acaba por confessar que Diogo matou Mané em legítima defesa, acrescentando que não chamaram a polícia porque ninguém ia acreditar no irmão. Margarida afirma que não quer mais saber de recordações dele ou de Macau, mandando-o embora e dizendo que precisa de pensar.

Gabriela diz a Diogo que ficava ali sempre com ele e pede-lhe que lhe arranje um emprego no casino, mas Diogo diz que ele ainda nem sabe se vai ter emprego e não quer estar sempre a pedir favores ao irmão.

Tomás atira-se a Leonor e Sandra, mas Leonor afasta-se e Tomás diz a Sandra para aparecer na cabana da praia à noite que vai ver o que lhe arranja de droga.

Alexandre embebeda-se no café de Ti Chico e acaba por beijar Leonor, saindo a correr para vomitar. Renato vai levar Alexandre a casa e João fica estupefacto por ver o irmão alcoolizado, mas Teodoro quase faz uma festa ao ver a bebedeira do filho.

João apresenta Diogo a Manuel e a Susana, que o reconhece do hotel, e Diogo garante que não vai desapontar Manuel, mas este afirma que ele não deve desapontar é o irmão.