Alexandre Guerra

Rodrigo Tomás

Alexandre é a personificação da descoberta, da inocência e do positivismo, mesmo quando colocado perante as piores situações. Afastado do mundo real, durante anos, pois cresceu num Seminário, é instado a experimentar a “condição humana”, pelo seu mentor, e encara cada nova situação com os olhos de uma criança, esperando o melhor de cada um, mas testemunhando, muitas vezes, o pior.