NESTE EPISÓDIO...

Cartazes na rua anunciam o concerto de Rafa, um cantor brasileiro muito popular entre os adolescentes. Francisca é uma grande fã e já tem bilhete para o concerto, no Luísa Todi, e está ansiosa pelo grande dia. Mas o concerto é cancelado e no dia seguinte, o corpo de Rafa aparece a boiar no Sado.

Os Inspetores do DIC são chamados a investigar o caso.

Começam por interrogar o agente, Mauro, que diz que a última vez que viu Rafa foi no dia do concerto, durante o pequeno-almoço no hotel. Depois de algumas investigações, os inspetores descobrem que a situação financeira de Rafa e do agente não é famosa. 

Os Inspetores descobrem que, numa outra vinda a Portugal, Rafa tinha apresentado queixa à polícia de uma fã louca que o perseguia e lhe dizia que ele ainda ia ser dela, quer quisesse quer não.

Os Inspetores interrogam essa fã, Bárbara, que nega qualquer responsabilidade. Os Inspetores descobrem que ela esteve acampada à porta do Luísa Todi, juntamente com outras adolescentes, para conseguir um bom lugar no dia do concerto.

Francisca fica de rastos e muito impressionada com a morte do ídolo Rafa e tenta ajudar Jorge a resolver o caso. Joana apoia a filha em tudo. Francisca procura fotografias, recortes de jornais e revistas e um autógrafo que tem dele. Entrega tudo à Jorge com a esperança de poder ajudar a apanhar o assassino do seu ídolo. 

 

Elsa está fora, num congresso e Sérgio e Tiago ficam radiantes por terem novamente a casa só para eles.